Botafogo em debate
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos

Pênalti Maroto dá Empate ao Fla Contra o Botafogo

Ir em baixo

Pênalti Maroto dá Empate ao Fla Contra o Botafogo Empty Pênalti Maroto dá Empate ao Fla Contra o Botafogo

Mensagem por vbm Sab Out 02 2010, 21:36

Pênalti Maroto dá Empate ao Fla Contra o Botafogo

Juiz ignora invasão de área de Leo Moura e valida gol

Pênalti Maroto dá Empate ao Fla Contra o Botafogo Lucioflavio3_glo_95

O Botafogo fez um gol à la Zico. Parecia ironia do destino, no dia seguinte à saída do ídolo do Flamengo. Mas o empate com o Botafogo veio à base de sofrimento, em rebote de pênalti inexistente. O resultado de 1 a 1 na noite deste sábado, no Engenhão, não ajudou as equipes na tabela. O quinto empate seguido impede que os alvinegros se aproximem dos times do G-3 (Flu, Corinthians e Cruzeiro) e os leva aos 43 pontos. A grande surpresa da partida foi a ausência de Jobson. Perseguido pela torcida em boa parte da temporada, Lucio Flavio foi o autor do belo chute que abriu o placar.

O adversário segue mergulhado na crise. Sem comandante no futebol após a saída de Zico e provavelmente sem treinador. A presidente Patrícia Amorim não planeja manter Silas no comando. O treinador fez dez jogos e tem apenas uma vitória. A luta contra o rebaixamento continua quente. O time chega aos 30 pontos e fica nas cercanias da zona de rebaixamento. Mas não pode cair mais para o Z-4 nesta rodada.
Na próxima quarta-feira, em partida válida pela 28ª rodada, o Botafogo vai a Campinas encarar o Guarani no Brinco de Ouro da Princesa. No dia seguinte, o Flamengo recebe o Atlético-GO no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, em confronto direto contra o rebaixamento.

Mais uma vez o estádio, principal palco do futebol carioca até o retorno do Maracanã, em 2013, não teve grande público. Apenas 13 mil pagaram ingresso na chuvosa noite de sábado.
Gritos para Zico
Magoada e revoltada com a saída de Zico, a torcida do Flamengo chegou ao Engenhão gritando que o ex-diretor é o “nosso rei”. Havia boatos de que as principais torcidas do clube entrariam em conflito. O grande pivô da demissão do Galinho, o presidente do Conselho Fiscal, Leonardo Ribeiro, não foi ao estádio como prometera na véspera.

Os botafoguenses aproveitaram-se da crise do rival com galhofa: “Até o Zico roubou...”. Mas também tiveram uma surpresa desagradável. Jobson foi vetado, e Joel escalou Edno para substituí-lo. A versão oficial é de que ele reclamou de dores no joelho na manhã de sábado. Recentemente, o atacante ficou quase um mês fora por causa de um problema muscular na coxa. Ele atuou contra o Atlético-PR, foi suspenso e não participou do empate por 1 a 1 com o Corinthians, na última quarta.
O Rubro-Negro foi escalado com três zagueiros (David Braz, Ronaldo Angelim e Jean) e Renato na ala esquerda. O time teve mais posse de bola nos primeiros 15 minutos. Mas novamente a estrutura do ataque, com Deivid e Diogo recuando para buscar a bola, atrapalhou a criação de oportunidades. A primeira foi de um meia. Kleberson aproveitou cruzamento de Léo Moura e cabeceou com perigo, aos 18.

Gol alvinegro

O Botafogo insistiu em jogadas pela direita, mas os erros de passe atrapalharam. A partida ficou arrastada, monótona. A apatia também transferiu-se para as torcidas, que pouco se manifestavam.
Aos 32, Diogo pedalou foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por Deivid e Willians. No lance seguinte, Kleberson arriscou de longe, e Jefferson defendeu com um soco.
Renato, com cartão amarelo, insistiu em cometer faltas próximas à área. Em uma delas, Lucio Flavio cobrou com perfeição, no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba: 1 a 0, aos 35. Foi o primeiro chute do Botafogo no jogo.
O Flamengo tentou manter a calma e se reorganizar. Afinal, estava melhor desde o primeiro minuto. Teve alguns espasmos de bom futebol ofensivo, mas Jefferson os repeliu bem. E o primeiro tempo terminou com gritos de “silêncio na favela” da ala botafoguense e revolta dos jogadores rubro-negros. Eles reclamaram com o árbitro Gutemberg de Paula, e Diogo recebeu o cartão amarelo mesmo após o apito final.

Empate rubro-negro

O Flamengo, em desvantagem, começou a segunda etapa tomando a iniciativa e insistindo em cruzamentos inofensivos. O Botafogo respondeu agredindo e quase levando o adversário ao nocaute. Primeiro, Loco Abreu cabeceou com perigo. Depois, foi a vez de Alessandro puxar contra-ataque, driblar Willians e chutar rente ao ângulo direito.

Silas tentou mudar o panorama monocórdio de apenas bolas altas e colocou Petkovic em busca de criatividade. Ele errou tudo. Mas uma falha de Alessandro recolocou o time no jogo. Ele perdeu a bola para Ronaldo Angelim na área se enrolou com o rubro-negro. O árbitro Gutemberg de Paula marcou pênalti que não existiu e deu o segundo cartão amarelo para o botafoguense, aos 29.

A torcida pediu, e Petkovic foi para a cobrança. O sérvio bateu mal, Jefferson pegou. Mas Léo Moura aproveitou o rebote e bateu forte e rasteiro para empatar, aos 31.

O Flamengo perdeu a vantagem numérica um minuto depois. Renato deu carrinho em Túlio Souza e também foi expulso. A partida ficou emocionante e aberta. Loco Abreu chutou no alto aos 43 e Marcelo Lomba fez linda defesa. Mas o jogo não saiu do empate.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 1 X 1 FLAMENGO


Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 02/10/2010 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares: Dibert Moises (RJ) e Rodrigo Joia (RJ)

Renda/público: R$ 329.330,00/ 16.367 presentes, 13.182 pagantes
Cartões amarelos: Alessandro, Fabio Ferreira, Marcelo Cordeiro, Márcio Rosário (BOT); Jean, Renato, Willians, Diogo (FLA)
Cartões vermelhos: Alessandro (29'/ 2ºT) (BOT); Renato (32'/2ºT) (FLA)

GOLS: Lucio Flavio, 35'/1ºT (1-0); Leo Moura, 30'/ 2ºT (1-1)

BOTAFOGO: Jefferson; Danny Morais, Leandro Guerreiro e Fábio Ferreira (Márcio Rosário, 16'/2ºT); Alessandro, Túlio Souza (Caio, 34'/2ºT), Somália, Lúcio Flávio e Marcelo Cordeiro; Edno e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.

FLAMENGO: Marcelo Lomba; Leo Moura, Jean, David e Rodrigo Alvim; Maldonado, Willians (Correa, 35'/2ºT), Kleberson (Petkovic, aos 22'/2ºT) e Renato; Diogo (Diego Maurício, 29'/2ºT) e Deivid. Técnico: Silas.


__________________________________________________
Pênalti Maroto dá Empate ao Fla Contra o Botafogo Botafogoemdebatemenor
"Great spirits have always encountered violent opposition from mediocre minds. The mediocre mind is incapable of understanding the man who refuses to bow blindly to conventional prejudices and chooses instead to express his opinions courageously and honestly."
Albert Einstein.
vbm
vbm
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 2602
Data de inscrição : 27/03/2009
Localização : Nem mesmo eu sei

http://www.biostery.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum