Botafogo em debate
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos

Bolha imobiliária no Brasil? Sinais divergentes na imprensa

Ir em baixo

Bolha imobiliária no Brasil? Sinais divergentes na imprensa Empty Bolha imobiliária no Brasil? Sinais divergentes na imprensa

Mensagem por vbm Sex Out 19 2012, 19:59

Bolha imobiliária no Brasil? Sinais divergentes na imprensa


Mais notícias desanimadoras sobre o mercado imobiliário do país. Agora, até a Rede Globo, que até pouco tempo vinha fazendo várias matérias reafirmando o aquecimento do setor, parece ter se rendido. Na matéria abaixo, veiculada no “Bom Dia Brasil”, a matéria reconhece que o preço já caiu em algumas localidades.
Há algumas passagens a se destacar na matéria. Por exemplo, um corretor entrevistado afirma que “há 38 anos” o mercado não via uma crise. Provavelmente, ele esqueceu que, nas décadas de 1980 e 1990, o preço dos imóveis ficou praticamente estagnado por anos a fio.
Em outra passagem, a matéria destaca que, mesmo com a queda nos preços, a procura por imóveis vem caindo em São Paulo. Entre julho e agosto, o número de negócios diminuiu 6,6% quando comparado com o mesmo período do ano passado. Ou seja, isso significa que o preço de equilíbrio do mercado é, provavelmente, ainda mais baixo, pois a demanda caiu mesmo com a queda nos preços – deixando margem para pensar que há mais espaço para quedas.
Por outro lado, a FGV publicou estudo que indica não haver bolha imobiliária no país – embora também afirme que é preciso continuar a monitorar os preços. Mas as razões apresentadas pelo estudo parecem indicar justamente que estão presentes no Brasil algumas das condições de formação de uma bolha – demanda em excesso gerada pelo aumento do crédito e pela redução dos juros.






 





Com preços muito altos, vendas de imóveis caem em capitais brasileiras

No Rio de Janeiro, de 2008 para 2012, os imóveis subiram em média 170%. Para especialista, a hora é do comprador.

As vendas de imóveis vêm caindo em várias capitais do Brasil. Os preços estão muito altos. O que se espera é que com uma oferta maior de imóveis, os preços caiam. Os imóveis estão supervalorizados e muitos brasileiros que procuravam o mercado imobiliário como opção de investimento agora buscam outras aplicações para não perder dinheiro.
Anúncio tem aos montes pelas ruas de Brasília. São muitos imóveis a espera dos compradores, que desapareceram. “Há 38 anos que estamos no mercado nunca tínhamos visto uma crise. Você anunciava imóvel para vender com 15 dias, 20 dias, 30 dias, vendia. Tem imóvel anunciado há seis meses e não vende”, afirma o corretor Francisco Albuquerque.
Comprar imóvel era um investimento. Mas a alta dos preços foi tão grande que deixou de ser um negócio atrativo. E, em muitos casos, inatingível para quem procura casa própria.
Um apartamento de 80 metros quadrados, em Brasília, custa hoje, em média, R$ 670 mil. Um, do mesmo tamanho em um bairro semelhante vale a metade do preço em cidades como Salvador, Fortaleza e Maceió.
No Rio de Janeiro, de 2008 para 2012, os imóveis subiram em média 170%. Só no ano passado, a valorização foi de 45%. Com isso o mercado na cidade também desacelerou.
Em São Paulo, nos últimos 4 anos o preço dos imóveis aumentou 132%. Em julho e agosto, o metro quadrado até caiu de preço. Mas ainda assim, as vendas reduziram 6,6% em relação ao mesmo período do ano passado.
Segundo a Associação Brasileira do Mercado Imobiliário, as construtoras estão se adaptando ao novo cenário. Oferecendo mais, como áreas de lazer, por exemplo, sem cobrar um preço absurdo.
“Projeto hoje que tem velocidade de venda é o bom projeto com preço certo. Esse tipo de empreendimento tem sucesso tem empreendimento e a gente tem visto vários ao redor do país”, explica Pedro Fernandes, vice-presidente da ABMI.
Para o economista Roberto Piscitelli, nessas cidades, a hora, agora, é do comprador. A tendência é de queda nos preços. “Em função desse aumento de oferta e talvez do superdimensionamento que as próprias empresas, construtoras, incorporadoras deram ou atribuíram a esse mercado, é muito provável que haja um aumento da oferta e com esse aumento da oferta uma redução dos preços”, afirma.


http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2012/10/com-precos-muito-altos-vendas-de-imoveis-caem-em-capitais-brasileiras.html

__________________________________________________
Bolha imobiliária no Brasil? Sinais divergentes na imprensa Botafogoemdebatemenor
"Great spirits have always encountered violent opposition from mediocre minds. The mediocre mind is incapable of understanding the man who refuses to bow blindly to conventional prejudices and chooses instead to express his opinions courageously and honestly."
Albert Einstein.
vbm
vbm
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 2602
Data de inscrição : 27/03/2009
Localização : Nem mesmo eu sei

http://www.biostery.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum