Botafogo em debate
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos

Loco Abreu decide e Botafogo vence o Santos

Ir em baixo

Loco Abreu decide e Botafogo vence o Santos Empty Loco Abreu decide e Botafogo vence o Santos

Mensagem por vbm Qui Set 09 2010, 23:35

Loco Abreu decide e Botafogo vence o Santos

Loco Abreu decide e Botafogo vence o Santos 5381539

Atacante balança a rede no Pacaembu e sela a vitória suada por 1 a 0

Iguais nas cores, porém não mais na tabela do Brasileiro. Nesta quinta-feira, o Botafogo levou a melhor sobre o Santos por 1 a 0 e abriu três pontos de distância na classificação após embate no Pacaembu. Com gol de Loco Abreu, o Glorioso foi aos 34 pontos e agora ocupa a terceira posição do campeonato nacional. Já o Peixe ligou a luz amarela após a abertura do segundo turno, pois completou o segundo jogo seguido sem vitória. A busca de ambos pelos três pontos ficaria pela próxima semana, mas brilhou aquele que apareceu discreto e virou herói.

No próximo domingo, o Alvinegro Praiano vai até o Castelão para enfrentar o Ceará. Por sua vez e no mesmo dia, a Estrela Solitária vai receber o São Paulo, no Engenhão.

Diferentemente da formação utilizada nos últimos jogos, o técnico Joel Santana trocou o esquema 3-5-2 pelo 3-6-1 ao tirar Loco Abreu do time para permitir a entrada de Renato Cajá. Estratégia defensiva, que chamou o Santos ao ataque. Mandante do campo, o Peixe procurou dominar o confronto ao acionar o rápido sistema ofensivo formado por Neymar e Keirrison. Os minutos iniciais mostraram um Alvinegro mais ligado do que o outro e isso quase modificou cedo o placar.

Aos cinco minutos, Jefferson apareceu em grande estilo pela primeira vez no confronto. Destaque para o goleiro, que parou Durval ao realizar uma defesa de extrema dificuldade. O zagueiro santista chutou cruzado da esquerda e lamentou muito o voo do arqueiro do Bota. Dez minutos depois, Keirrison tentou surpreender de fora da área, mas Jefferson estava atento e segurou a bola em dois tempos.

Parecia que o duelo seria totalmente do Santos, mas com o passar do tempo o Glorioso conseguiu segurar o ímpeto do adversário e manteve a disputa no meio. Ainda assim os Meninos da Vila procuravam os espaços restantes e davam trabalho para a defesa do Bota. Keirrison e Danilo arriscaram de longe aos 26 e 27 minutos, mas não pegaram bem. A reação na posse do Bota deu-se principalmente com o maior avanço dos zagueiro Antônio Carlos e Fábio Ferreira.

A resposta do Glorioso demorou, mas surtiu efeitos que quase resultaram em gols. Aos 36 minutos, Maicosuel fez bela jogada individual pela esquerda e tocou para Renato Cajá, que serviu Alessandro na frente da meta. Apertado pelo goleiro Rafael, o camisa 2 bateu e a bola tomou a direção contrária ao gol. Depois foi a vez de Marcelo Cordeiro quase achar Antônio Carlos para balançar a rede, mas Durval chegou na hora certa. Definitivamente, honras trocadas na etapa.

QUE LOCURA!

Parecia repetição, mas o segundo tempo começou com milagre de Jefferson. Mal a bola havia rolado, Madson começou jogada que passou por Zezinho e acabou em chute de Zé Eduardo. O criador do lance e o finalizador, que entraram em campo no intervalo, viram Jefferson brilhar ao parar a trajetória da bola. Pelo Bota, Caio foi a mudança da vez e levou o time para a frente.

Em poucos minutos o atacante sofreu três faltas seguidas e deu maior movimentação perto do gol, apoiado por Maicosuel e Renato Cajá. Pouco notado pela defesa santista, Herrera deu lugar a Edno, que tornou o clube de General Severiano mais perigoso. Velocidade já não faltava mais ao Glorioso.

Mesmo em São Paulo, o Santos já não chegava tantas vezes mais em Jefferson e então Joel Santana usou o último trunfo do banco. Loco Abreu apareceu na vaga de Maicosuel e o Botafogo parecia mais interessado na vitória. Aos 31, El Loco quase marcou depois de cabecear rente ao poste direito de Rafael. O uruguaio sentia que a noite era dele. E foi.

Aos 44 minutos do segundo tempo, Caio cruzou pela direita, Edno desviou e a bola achou Loco Abreu. O camisa 13 dominou, tirou Rafael com categoria e fez o primeiro dele no Brasileiro. Abreu não comemorou, mas a torcida do Botafogo explodiu. Três pontos garantidos no fim e luta recompensada.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 0 X 1 BOTAFOGO


Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/hora: 9/9/2010
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Helberth Costa Andrade (MG)
Renda/público: R$ 352.440,00 / 14.305 pagantes
Cartões amarelos: Edu Dracena, Danilo (SAN); Herrera, Fahel, Marcelo Mattos, Loco Abreu (BOT)
GOLS: Loco Abreu, 44'/2ºT (0-1)

SANTOS: Rafael, Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Danilo, Zezinho (Breitner, 25'/2ºT) e Marquinhos (Madson, intervalo); Neymar e Keirrison (Zé Eduardo, intervalo). Técnico: Dorival Júnior.

BOTAFOGO: Jefferson, Leandro Guerreiro, Antônio Carlos e Fábio Ferreira; Alessandro, Marcelo Mattos, Fahel (Caio, 7'/2ºT), Renato Cajá, Maicosuel (Loco Abreu, 26'/2ºT) e Marcelo Cordeiro; Herrera (Edno, 19'/2ºT). Técnico: Joel Santana.

Fonte: Lancenet

__________________________________________________
Loco Abreu decide e Botafogo vence o Santos Botafogoemdebatemenor
"Great spirits have always encountered violent opposition from mediocre minds. The mediocre mind is incapable of understanding the man who refuses to bow blindly to conventional prejudices and chooses instead to express his opinions courageously and honestly."
Albert Einstein.
vbm
vbm
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 2602
Data de inscrição : 27/03/2009
Localização : Nem mesmo eu sei

http://www.biostery.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum