Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos

Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança

Ir em baixo

Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança Empty Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança

Mensagem por vbm em Dom Out 16 2011, 19:23

Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança

Alvinegro conquista décima primeira vitória no Engenhão neste Brasileiro, mas vitória corintiana adia tomada do primeiro lugar

Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança Botafogo-Atletico-PR-Cleber-Mendes_LANIMA20111016_0061_38

O Botafogo manteve sua escrita de 15 jogos sem perder no Engenhão neste Brasileirão e derrotou o Atlético-PR por 2 a 0, na tarde deste domingo, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols de Antônio Carlos e Loco Abreu garantiram o 11º triunfo do Alvinegro dentro de seus domínios.
Receba os gols do Fogão em tempo real no seu celular!
A equipe carioca chegou aos 52 pontos, dois pontos atrás do líder Corinthians. O Atlético-PR vive situação dramática e se manteve em 18º, com 28 pontos. O Bota, porém, tem um jogo a menos, e se vencer o Santos na próxima quarta-feira, será o líder da competição nacional.

O JOGO

A vitória poderia dar a liderança provisória do Brasileiro ao Botafogo, que teve sua primeira grande oportunidade aos 11 minutos. Após lançamento na área, Gustavo Araújo errou a cabeçada e Antônio Carlos chutou de voleio, obrigando Renan Rocha a fazer uma grande defesa.
Mas a vantagem alvinegra não demorou a se configurar no placar. Renato lançou bola na área, e Antônio Carlos, de novo no ataque, se adiantou ao goleiro Renan Rocha e cabeceou para o fundo das redes, marcando o gol que, àquela altura, dava a ponta da tabela ao Fogão.

Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança Botafogo-Atletico-PR-Paulo-Sergio_LANIMA20111016_0053_41
Antônio Carlos botou o Botafogo em vantagem no 1º tempo

No minuto final, porém, a situação mudou, e o Furacão teve sua chance de empatar. Morro García recebeu belo passe em profundidade dos pés de Paulo Baier. Cara a cara com Jefferson, porém, bateu para defesa do goleiro da Seleção Brasileira.

FOGÃO AMPLIA A VANTAGEM NA SEGUNDA ETAPA

Na volta do intervalo, o Furacão foi para cima, e quase marcou em um chute de longa distância, defendido em dois tempos por Jefferson. Mas a jogada mais polêmica do jogo ainda estava por vir.
Maicosuel lançou Elkeson, que cruzou para a grande área. Loco Abreu subiu e cabeceou, para defesa de reflexo de Renan Rocha, já em cima da linha. No rebote. o uruguaio tentou de novo, e Renan defendeu outra vez. O atacante e a torcida pediram gol, mas a bola realmente não tinha ultrapassado a linha.
Os visitantes até tentavam chegar, mas as finalizações de Marcinho e Adaílton não eram boas o suficiente. Em Sete Lagoas, o Corinthians fazia 1 a 0 sobre o Cruzeiro, e a vitória já não era suficiente para que o Bota chegasse ao primeiro lugar.
Se tudo já estava difícil para o Atlético-PR, ficaria pior: Manoel agarrou Antônio Carlos na área, e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Loco Abreu bateu no meio, e chegou ao segundo gol, aos 35 minutos.
Quase ao mesmo tempo, o Cruzeiro poderia ter chegado ao empate, resultado que deixaria o Glorioso na liderança pelos critérios de desempate. Porém, o esperado anúncio não veio, já que Montillo bateu o pênalti por cima do gol.
Mesmo sem ter conseguido a vitória, o Botafogo alcançou os 52 pontos, e está mais vivo do que nunca na briga pelo título brasileiro.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 0 ATLÉTICO-PR


Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/horário: 16/10/2011 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Jossemmar Diniz Moutinho (PE) e Albino Andrade Albert Junior (PE)
Renda e público: R$ 504.560,00/ 23.372 pagantes
Cartões amarelos: Renato (BOT); Deivid, Wagner Diniz, Marcinho, Manoel (CAP)
Gols: Antônio Carlos, 17'/1ºT (1-0), Loco Abreu, 35'/2ºT (2-0)

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Everton (Alessandro, 32'/2ºT); Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson (Caio, 26'/2ºT); Herrera (Felipe Menezes, 16'/2ºT) e Loco Abreu. Técnico: Caio Junior.

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Wagner Diniz, Manoel, Gustavo Araújo e Héracles; Deivid, Renan (Cléber Santana, intervalo), Marcelo Oliveira e Paulo Baier; Marcinho (Edílson, 39'/2ºT) e Morro García (Adaílton, 23'/2ºT). Técnico: Antônio Lopes.

Fonte: Lancenet

__________________________________________________
Botafogo vence o Furacão, mas não chega à liderança Botafogoemdebatemenor
"Great spirits have always encountered violent opposition from mediocre minds. The mediocre mind is incapable of understanding the man who refuses to bow blindly to conventional prejudices and chooses instead to express his opinions courageously and honestly."
Albert Einstein.
vbm
vbm
Administrador
Administrador

Número de Mensagens : 2602
Data de inscrição : 27/03/2009
Localização : Nem mesmo eu sei

Ver perfil do usuário http://www.biostery.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum